[Filmes] Assistidos recentemente

quarta-feira, 27 de julho de 2016
Oi, gente! Tudo bom com vocês? Espero que sim.
Hoje venho falar um pouco sobre os últimos filmes que eu tenho assistido.

As Vantagens de ser Invisível 


Sinopse: As Vantagens de ser Invisível (2012). Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si… até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.

Um filme sobre mudanças e superações. Adorei a experiência de saborear este filme. O amor acontece na medida em que o deixamos nos afetar. A forma como Logan Lerman incorporou Charlie ficou espetacular, eu achei incrivelmente maravilhoso. Ele consegue prender sua atenção do início ao fim e fazer você se sentir dentro do filme, vivendo os personagens, participando dos seus dramas. Não li o livro, mas pretendo ler. Esse filme, com certeza, é um dos melhores filmes que eu já vi.

Como Eu Era Antes de Você 

Sinopse: Will (Sam Claflin) é um garoto rico e bem-sucedido, até sofrer um grave acidente que o deixa preso a uma cadeira de rodas. Ele está profundamente depressivo e contrata uma garota (Emilia Clarke) do campo para cuidar dele. Ela sempre levou uma vida modesta, com dificuldades financeiras e problemas no trabalho, mas está disposta a provar para Will que ainda existem razões para viver.

Por mais que Louisa seja uma personagem divertida e cativante, Emilia Clarke optou por interpretá-la exagerando nas emoções, pela expressividade das sobrancelhas. Na minha opinião o filme deixou a desejar, os autores não conseguiram transmitir ao público a intensidade que o livro passa. Se pensarmos bem, esse não é um filme romântico, muito pelo contrário, ele mostra que só o amor às vezes não é capaz de vencer tudo. Mas, de qualquer forma, eu gostei bastante do filme e da trilha sonora (já comecei a me emocionar no trailer haha).

Juntos Pelo Acaso

Sinopse: Holly Berenson (Katherine Heigl) e Eric Messer (Josh Duhamel) se conhecem, mas o primeiro encontro deles é um verdadeiro desastre. A única coisa que eles têm em comum é a paixão pela afilhada Sophie (Alexis Clagett/Brynn Clagett). Só que um acidente fatal deixou a menina órfã dos pais e a dupla foi designada para cuidar da pequenina. Obrigados a permanecerem juntos para cuidar dela, eles enfrentam as dificuldades típicas de quem passa a ser pai e mãe de uma hora para outra e começam a se entender melhor.

Eu adoro filmes desse gênero (Comédia Romântica/Drama). A história é engraçada e ao mesmo tempo triste. Amei muito os personagens Holly e Messer. Muito bom o filme, bem divertido depois de um momento muito triste, uma das melhores comédias românticas dos últimos anos. Ele motiva você a acreditar que o amor pode surgir com o tempo, que tragédias podem acontecer com qualquer um. Entretanto o filme pode ser caracterizado por alguns também como clichê e fora de realidade. 

O Retrato de Dorian Gray

Sinopse: Londres. Dorian Gray (Ben Barnes) é um belo e ingênuo jovem, levado à alta sociedade local por Henry Wotton (Colin Firth), que lhe apresenta os prazeres hedonistas da cidade. Basil Hallward (Ben Chaplin), um artista que frequenta este meio, resolve pintar um retrato de Dorian, de forma a capturar sua beleza jovial. Ao ver o quadro, Dorian faz a promessa de que daria tudo, até mesmo sua alma, para permanecer sempre com o visual nele estampado. A partir de então, Dorian não mais envelhece, mas todos os pecados que comete e a idade que chega são demonstrados no retrato, cada vez mais terrível. Para que ninguém mais o veja, Dorian decide esconder o retrato no sótão de sua casa.

Não tenho muito a falar sobre esse filme, pois, além de não ter lido o livro, não gostei do filme, e pelo que pude perceber a maioria das pessoas também não gostou do filme.


Talita Souza: Amo muito ler. Descobri nos livros o que eu não sabia sobre mim. Sou fã da escritora e jornalista Clarice Lispector, as frases e citações dela são incríveis.

[Apologia das Letras] Como proteger nossas obras/direitos autorais

domingo, 28 de fevereiro de 2016
Olá, pessoal! Depois de uma pausa de mais de dois meses - isso devido ao recesso do final do ano passado e da correria para colocar tudo em ordem no retorno, além de outras coisinhas, como mudança de casa -, trago para você mais um vídeo excelente do Canal Apologia das Letras. O escritor Beto Moreira, do blog Coisas Triviais, explica em detalhes pontos importantíssimos sobre registro de obra e detenção de direitos autorais. Confiram!


Se vocês gostaram do vídeo, deem um like e inscrevam-se no canal, assim não perderão as nossas atualizações que ocorrem todas as terças e sextas-feiras.

[Filmes] O que tenho visto

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Olá, pessoal! Quem é vivo sempre aparece e conta coisas legais. Hoje vou falar sobre alguns filmes que assisti. Não são muitos, mas foram surpreendentes. Parte deles, assisti pelo Telecine Play, a outra parte, pela Netflix. Eu particularmente, sou fã da Netflix, e vocês?

Vamos ao filmes:

Amor Sem Fim 

EUA (2014)

Trata-se da refilmagem de Endless Love (1981), estrelado por ninguém menos que Brook Shields, então famosa pelo atemporal e maravilhoso “A Lagoa Azul”. O filme conta a história da riquinha Jade Butterfield (Gabriella Wilde), de 15 anos, com David Elliott (Alex Pettyfer), de 17, um rapaz despretensioso, cuja maior ambição é ajudar o pai em seu trabalho na oficina de automóveis. Obviamente, os dois se apaixonam e, apesar da desaprovação do pai, Jade decide lutar por seu primeiro e grande amor.
O filme é fofinho e os protagonistas são lindos — sou fã do Alex Pettyfer, não nego —, mas nada de extraordinário acontece. Eu gostei bastante. Achei romântico e inspirador. A crítica considerou o roteiro quase absolutamente fiel ao original.


Garota Exemplar
EUA 2014

Adaptado do livro Garota Exemplar, de Gillian Flynn, o filme conta sobre o mistério do desaparecimento de Amy Dunne (Rosamund Pike), bem no dia do seu aniversário de casamento, tornando Nick (Ben Affleck) o principal suspeito do possível crime. Com o apoio da irmã gêmea, Margo (Carrie Coon), Nick tenta provar que é inocente e, ao mesmo tempo, descobrir o que houve com Amy.

Adorei. O drama é tenso, intenso, instigante e surpreendente. Até consegui imaginar os fatos, mas a forma como a história se desenrola é tão interessante que eu fiquei ligada o tempo inteiro. 

Vale a pena assistir!


O Universo No Olhar 
EUA 2014

Desde a infância, Ian Gray (Michael Pitt) é obcecado pelo olho humano. Ele se torna cientista e inicia pesquisas, a fim de provar que o desenvolvimento do olho não é obra da criação divina, mas faz parte da evolução natural. Certa noite, numa festa, Ian conhece uma garota misteriosa, que surge com o rosto coberto por uma máscara, tendo apenas os olhos à mostra. Ele pede autorização para fotografá-los, e é através da imagem dos olhos de Sofi (Astrid Berges-Frisbey) que Ian irá reencontrá-la.
Embora Ian seja cético e Sofi tenha grandes convicções espirituais, os dois terminam se apaixonando e essa relação faz com que ele siga à procura de explicações fora da ciência para os mistérios que o olho humano pode esconder.

Uma história diferente, sem dúvida. Inicialmente chamou minha atenção pelo fato de ser ficção científica, mas o romance e o drama revelados no desenrolar da trama me prenderam. Amei o final. Forte, simples e tocante. Chorei.


Ponte Aérea
Brasil 2015

O carioca Bruno (Caio Blat) e a paulista Amanda (Letícia Colin) estão num voo do Rio de Janeiro para São Paulo, que tem seu curso desviado para Belo Horizonte, devido ao mal tempo. Os dois se conhecem por acaso no hotel para onde são levados e, após um rápido flerte, passam a noite juntos. No dia seguinte, eles terminam se desencontrando, pois Bruno decide partir para São Paulo bem cedo. Mais tarde, ele a procura e termina seguindo para uma festa em sua casa. Aos poucos, o sentimento entre os dois vai surgindo e ganhando espaço, apesar da distância e das diferenças que os separam.
Um ótimo filme nacional, sem dúvida, surpreendente. Comecei a assisti-lo como quem não quer nada e fui fisgada. A interpretação do Caio e da Letícia ficou show de bola e o final da trama fugiu totalmente do óbvio.
 Ri, me emocionei, especulei, amei!


Esses foram alguns dos filmes que assisti. Há mais títulos nessa lista, inclusive, o de uma série que comecei a assistir e liquidei a primeira temporada em poucos dias.

Beijos!

[Livros Nacionais] Palavras das Sombras

sexta-feira, 16 de outubro de 2015
Olá, queridos amigos e leitores! Algum tempo atrás recebi um e-mail do autor Rudson Miorelli, apelidado Xaulin, pedindo divulgação do seu trabalho. Obviamente, as portas do blog sempre estarão abertas aos escritores nacionais. Assim, trago o material do colega, bem como os links para vocês adquiri-los. Não li nenhum livro dele, mas li alguns trechinhos e gostei. Espero que gostem também. Vamos dar força à Literatura Nacional!

Título: Palavras das Sombras
Autor: Rudson Miorelli (Xaulin)
Gênero: Poesia, poemas, frases e crônicas
Editora: RX Grupo Editorial – Editora Deuses
Lançamento: Já está em pré-venda e pode ser solicitado em equixrs@gmail.com 

Sinopse 

“O livro é de poesias, textos e poemas, coisas que podem ser lidas no seu dia a dia, apenas para melhorar seu animo, tentando sempre nos dizer que as coisas podem sim ficar melhores. A capa da obra retrata bem isso, o livro se apresenta como algo para baixo, sombrio e inóspito, mas quem de nós já não se sentiu assim um dia? O grande truque é descobrirmos o que de fato temos por dentro, sempre algo melhor pra mostrar, mais belo e mais cheio de vida, como no livro...” 


Obras publicadas e onde adquiri-las 

O Cara Que Escreve e Palavras Das Sombras — Editora Deuses

Um Projeto De Cão Chamado Jill — FNAC Wook, Sítio do Livro  e Livraria Cultura

Exílio de Um Velho Vocalista — Mercado Livre 

Sobre o autor


O escritor Rudson Xaulin é natural de Porto Alegre e nasceu em 1987. Lançou seu primeiro livro em 2011. Buscando com ele espaço, mas principalmente a opinião de seus leitores sobre sua forma de escrever. Com a recepção positiva, o escritor não largou mais a literatura e vem escrevendo desde então. Já são dezenove projetos e seus livros já chegaram a treze países do globo.

Seu principal ponto de inspiração vem da música e não de outros livros ou autores consagrados. Com isso o escritor vem chamando a atenção e se destacando no campo literário de sua região. Além de colecionar amizade com dezenas de ícones do cenário rock n’ roll e ser referencia como a nova cara da literatura gaúcha.

[Apologia das Letras] Quatro erros que autores iniciantes cometem

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Olá, pessoal! Como estou bastante envolvida com o trabalho no Canal Apologia das Letras e tenho percebido uma evolução bem legal no conteúdo postado, resolvi trazer alguns dos nossos vídeos para cá. Hoje, deixo vocês com o último vídeo que postei. Espero que as minhas dicas sejam úteis.


Beijos e até breve!

[Resenha + Sorteio] Canal Apologia das Letras

sábado, 29 de agosto de 2015

Olá, queridos amigos e leitores! Vocês já devem ter percebido que a frequência das postagens diminuiu bruscamente, mas não parou. Pois bem, sou brasileira, baiana e não desisto nunca. Na verdade, precisei de um tempo para me dedicar a outro projeto super legal que desenvolvi com mais nove amigos escritores, o Canal Apologia das Letras. Nele, postamos vídeos sobre Livros, Literatura, Escrita e tudo que diz respeito a esses assuntos, ramificações. 

No início dessa semana, postei meu primeiro vídeo, uma breve resenha sobre o livro Simplesmente Ana, da autora lindíssima Marina Carvalho (Editora Novo Conceito), e o sorteio de um exemplar. Convido todos a participarem, e corram, pois o resultado será revelado no 09.09.2015, na Fanpage do Canal.

- Vamos às regras obrigatórias:

1) Inscrever-se no Canal Apologia das Letras;
2) Comentar o Vídeo lá no YouTube.


Formulário Rafflecopter


Então é isso, pessoal. Lembrem-se de conferir os Termos e Condições na descrição do vídeo.

Boa sorte!


Eu me lembro

sábado, 25 de julho de 2015

Hoje é sábado, 25 de julho de 2015, Dia Nacional do Escritor. Primeiro, pensei em repostar algo sobre literatura, depois, em escrever um post sobre o assunto. Mas terminei encontrando um texto que escrevi há três ou quatro anos e, como falava sobre tempo e minhas memórias, decidi colocá-lo no blog mais uma vez.

Eu me lembro

Sou uma pessoa reconhecida pela boa memória. Eu me lembro de quando tinha dois anos e esperava meu irmão, de cinco, chegar da escola no final da tarde para podermos brincar. Também me lembro de fazermos meu velotrol de carrinho de sorvete - o que enlouquecia a nossa mãe - e de saltarmos de toda e qualquer parte elevada da casa, fingindo ter a força do Popeye. Eu me lembro do dia em que pus perfume em meu bolo de aniversário, o que rendeu boas palmadas em meu bumbum, e do dia em que, com o auxílio da mamãe, catei e cozinhei meu primeiro feijão verde, aos cinco anos - sim, é desde pequena  que eu tenho aptidão para a cozinha. E logo minhas sopas, doces e bolos, aos onze anos, se tornaram uma tradição familiar. Mas não é só disso que me lembro...

Meus passarinhos conversavam comigo todas as manhãs, meus cachorros dormiam na minha cama, minhas galinhas tomavam banho e eram penduradas no portão, meus ratinhos twister nadavam nos baldes com água morna e todos os meus gatos tinham o pelo aparado. Mas eram os cadernos, repletos de histórias, que revelavam o quanto minha imaginação era fértil. E eu fui estudar num bairro distante, fazer cursos em bibliotecas, pular muros de hotel tentando conseguir autógrafos dos jogadores da seleção brasileira de futebol, viajar com o grupo de teatro e sofrer com as terríveis crises de síndrome do pânico e depressão. 

Jasmim... Eu adorava o perfume do jasmim!

Tantas coisas se passaram desde então: boas, ruins, surpreendentes, impactantes... É interessante como me lembro de tudo, e mais interessante ainda como essas lembranças tão vivas e recentes podem parecer tão remotas agora. Eu era criança, devaneava muito acerca do futuro. Como foi que cada um daqueles instantes evaporou, assim, de uma hora para a outra? Tenho a impressão de que apenas pisquei os olhos demoradamente, e o tempo, implacável, voou.

_________________________________

PS. O avançar do tempo realmente não me entristece, pelo contrário, a cada ano, graças a Deus, a minha vida só tem melhorado. Sou casada há dez anos com meu grande amor, sou mãe de uma linda garotinha e tenho cinco romances concluídos. Mas é fato que gosto de refletir sobre isso. Tudo passa tão rápido... Que possamos aproveitar cada instante da melhor maneira possível. 

[Resenha] Línguas de Fogo

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Olá, amigos e leitores! Hoje trago para vocês a resenha de um livro muito agradável que li há alguns meses, Línguas de Fogo da autora Karen Soarele. Em breve, postarei a resenha de Tempestade de Areia, a continuação. 

Título: Línguas de Fogo - Crônicas de Myríades
Autor: Karen Soarele
Editora: Cubo Mágico
Gênero: Fantasia
Páginas: 216
Ano: 2012
Adicione no Skoob
Compre Aqui

Sinopse

Aisling é uma jovem camponesa que vive numa área remota de Vulcannus, o reino mais poderoso de Myríade. 

Entretanto, um acontecimento vem para mudar completamente sua vida: seu melhor amigo, Dharon, é ferido em batalha enquanto tentava protegê-la, e a única chance que ela tem de salvá-lo é deixar para trás tudo o que conhece e atravessar a fronteira até o território inimigo, onde pode encontrar o antídoto para o veneno que o consome. 

Em sua jornada, Aisling se defrontará com diversos perigos, descobrirá que toda história possui mais de um ponto de vista e aprenderá que nas amizades verdadeiras está a força para seguir pelo caminho correto. Até aonde você iria para ajudar um amigo? Línguas de Fogo é uma história de desafios, amadurecimento, e, sobretudo, amizade.

Fantasia, amizade e lealdade

“Você possui os dons que se procuram em uma pessoa de valor.” (p. 175)

Aisling é uma menina leal e ingênua, que vive com a avó num vilarejo de Vulcannus chamado Sollace. Certo dia, ela é acordada às pressas e impelida pela avó a fugir do vilarejo em busca de um lugar seguro. Contudo, durante a fuga, Aisling avista seu melhor amigo e guerreiro protetor de Sollace, Dharon, lutando contra uma Salamandra. Fascinada com a cena, em vez de seguir as ordens da avó, ela decide parar para ver seu amigo em batalha.

Achando que a Salamandra houvesse sido derrotada, Aisling se coloca em perigo, de modo que Dharon tenta salvá-la e é atacado pelo monstro. Então, de forma surpreendente, a avó de Aisling começa a protegê-los com um tipo de magia proibida, a fim de que eles possam fugir da Salamandra. Dharon fora envenenado e a sua única esperança de cura está num território inimigo, em Hynneldor. Desse modo, começa a longa e empolgante jornada.


Narrado em terceira pessoa, Línguas de Fogo é um romance fantástico voltado especialmente ao público jovem e adolescente. Seu ritmo é fluido e a linguagem simples e agradável. Os personagens foram bem-elaborados, assim como a criação do mundo. Aisling é de uma ingenuidade profunda e Dharon é tão leal que chega a emocionar. Até mesmo a vilã Kendra consegue inspirar emoções positivas, não acerca de suas atitudes maléficas, mas sobre, talvez, aquilo que a impulsiona a ser ainda mais implacável.

Um livro sobre lealdade, bondade e amizade com uma boa dose de fantasia. Recomendo a leitores que gostam do gênero, e também àqueles que, assim como eu, estão começando a se apaixonar pela literatura fantástica. Sem dúvidas, esse é um bom começo.


[Retornando] Terceira semana

sábado, 27 de junho de 2015

Olá, amigos e leitores! Já está ficando de praxe eu pedir desculpas pela minha ausência, mas esses dias foram realmente complicados. Minha filha pegou duas viroses, uma seguida da outra, depois fiquei sem internet, e agora minha filha pegou a terceira virose. Por esse motivo, resolvi postar essa coluna hoje. A boa notícia é que tenho algumas novidades. Acompanhem!

1) Escrevendo

Dei uma pausa no romance no qual estou trabalhando — Quimera, continuação de Asas de Vidro —, para revisar Sobre Nós, romance jovem adulto que pretendo publicar em breve, se possível, ainda esse ano. Confiram abaixo um trechinho de Sobre Nós


Desejem-me sorte. 

2) Lendo

Estou lendo meu próprio livro, como falei acima, mas tenho alguns na fila. O primeiro será Tempestade de Areia — segundo volume das Crônicas de Myríades — da escritora brasileira Karen Soarele. A seguir, lerei Insurgente e continuarei com as leituras dos livros dos meus amigos escritores. 

3) Blogando

Isso vocês já sabem. Está difícil, mas eu não desisto.

4) Sentindo

Continuo sentindo muito S-O-N-O. Realmente, é crônico.

Essa semana, eu pensei muito sobre aquilo que é realmente importante em minha vida. Deixo para vocês refletirem a mesma pergunta que me fiz: o que vocês fariam se descobrissem que têm poucos meses de vida? Voltariam para casa e fariam tudo do mesmo jeito ou jogariam tudo para cima e aproveitariam a presença daqueles que mais amam? Eu largaria tudo e passaria o máximo de tempo com minha filha e meu marido. Espero nunca passar por isso, mas a reflexão nos faz valorizar as maravilhas da vida que temos.

5) Novidade


O livro Tempestade de Areia, do Book Tour que estou participando, depois de uma longa espera, chegou. Também estou envolvida num projeto muito legal com outros dez escritores brasileiros, que conheço acerca de cinco anos. Logo poderei falar abertamente sobre isso. Por enquanto, estamos apenas arquitetando as coisas. Estou bastante animada. 

Beijos! 

[Livros Nacionais] Lançamentos Independentes e Simplesmente Dan

domingo, 31 de maio de 2015

Olá, queridos amigos e leitores! Como vão todos? Ultimamente, tenho recebido vários e-mails sobre lançamentos de livros nacionais, muitos deles, de autores independentes. Como eu não posso adquirir todos, decidi criar uma coluna no blog para divulgá-los. 

Para iniciar as postagens, resolvi falar sobre meu próprio livro — que já foi mencionado por aqui antes, porém, por conta da gravidez e do meu sumiço geral da net, terminou não sendo difundido. Mas por que começar falando justamente sobre um livro que eu mesma escrevi? Porque o livro passou por edição, porque ele estava hospedado numa plataforma, e não está mais, e também porque algumas pessoas estão solicitando o arquivo em PDF, através do meu e-mail de contato. Assim, optei por salvá-lo no onedrive e soltar o link nas redes sociais, a fim de que um número maior de pessoas tivesse acesso ao livro de modo gratuito.

Título: Simplesmente Dan
Autora: Isie Fernandes
Gênero: Romance Juvenil
Editora: Independente
Ano: 2013

Sinopse


Simplesmente Dan” conta a história de dois amigos de infância, Marina e Dan. A Mari é apaixonada pelo amigo, que é um verdadeiro pentelho. Ele arrota, solta pum na frente dela e, como se não bastasse, ainda se aproveita da sua intelectualidade. Mas o curso da vida ameaçará afastá-los, e isso mexerá ainda mais com o coração dessa garota que, mesmo tendo tudo para ser mega feliz, não consegue se imaginar vivendo longe do seu primeiro amor.

Narrado por esses dois adolescentes, “Simplesmente Dan” nos fará mergulhar numa divertida trama que certamente despertará risos e intensas emoções.

Colégio, família e amizades; romance, comédia e traquinagens mil. Será que o cupido conseguirá ajustar essa doce e atrapalhada relação entre Marina e Dan?

Comentários dos leitores-beta

Camila Deus Dará (autora de Ninho de Fogo)

Simplesmente Dan é um livro voltado para os adolescentes, mas nada impede que pessoas mais velhas leiam. A história é tão envolvente que consegui terminar em menos de duas horas. É um livro divertido, me fez rir em tantas partes, mas também sabe prender sobre as questões do coração que Marina passa.

Enfim, estou apaixonada por Dan e Marina, e pela história... É um livro lindo e o indico a todos que queiram relembrar como é se apaixonar pela primeira vez.

Gisela Santanna (autora de Memória Marte)

Pra mim não existe nenhuma parte desinteressante nesse livro. Acho que é uma leitura fácil e agradável, que atrairá facilmente novos leitores a terem gosto pela leitura.

Michel Filipe Pamplona (escritor aspirante)

Entendi perfeitamente a mensagem do livro. A história de dois amigos que se apaixonam é bela. Tenho um casal de amigos que passou por isso. Hoje eles também namoram, e o mais engraçado é que o rapaz mora no Rio de Janeiro e ela em Minas Gerais. Simplesmente Dan me fez lembrar deles. Separados pela distancia. Por isso, acreditei em cada palavra que escreveu, Isie. O jogo de narrativas entre os protagonistas ficou bom. Eu estava receoso de você não conseguir expressar o pensamento masculino, principalmente por saber que Dan era um garoto desleixado e rude com a melhor amiga, mas se saiu maravilhosamente bem.

C J Oliver (escritor aspirante)

Terminei de ler tua obra "Simplesmente Dan". Achei simplesmente fantástica, sem exageros e sem parecer rasga seda, mesmo porque não é necessário, já que você é profissional, tenho certeza.

Eu até pretendia ter lido em duas etapas, mas não foi possível, o livro é show mesmo. Eu, apesar da idade, gosto muito deste tipo de leitura voltada para o público adolescente e jovem. Você conseguiu me fazer rir bastante, e me emocionar também, o que não é muito difícil, já que me emociono com facilidade quando vejo sentimento no texto, coisa que você passou com maestria. 

Wolmar Craus (escritor aspirante)

Ola, Isie, terminei a leitura que foi muito prazerosa. O que achei mais significativo foi trazer ao leitor como um menino vê seu romantismo e como uma menina vê. Acredito que você fez isso muito bem. Um romance juvenil, muito bem-escrito.

Júlia Gomes (dona do blog Língua Feminina)

Um romance adolescente que pessoas de todas as idades se identificam. Através da Mari e do Dan a gente sente que a intensidade dos sentimentos são reais, e não coisa de adolescente. 

Ler Simplesmente Dan foi uma viagem à memória.

Sobre mim

Isie Fernandes sempre gostou de ler, quando criança, lia até mesmo rótulo de sabão em pó. Escreve desde os dez anos, mas só passou a se assumir como escritora em meados de 2009. Atualmente tem quatro romances concluídos e vários em andamento. 

Pseudoestudante de Gastronomia pela Universidade Federal da Bahia e graduada pelo Centro de Treinamento Bíblico Rhema Brasil, mora na praia, ama Jesus Cristo, é casada há dez anos e tem uma filhinha linda chamada Maria Elisa. 

Contatos

isiefernandes.contato@gmail.com
http://.twiter.com/IsieFernandes
http://facebook.com/dedaiparaisie